Sunset Riders: Experiência Original

Sunset Riders foi o grande jogo de Faroeste da história dos Arcades, que divertiu também quem conheceu o jogo nos portes para Mega Drive e Super Nintendo. E vamos voltar a este Velho Oeste colorido da Konami visto através dos olhos de um garoto comum em 1991.

PIOR CANAL DO MUNDOCRÔNICAARCADERUN AND GUN

Marcio Baião

Os bons, os maus e os cowboys coloridos da Konami.

Aqui vos trago uma crônica sobre a experiência de receber Sunset Riders e o primeiro contato de garotos comuns de um bairro qualquer, em um lugar qualquer do Brasil, com este Arcade clássico da Konami, e posteriormente suas versões para Mega Drive e Super Nintendo. Cujas vozes digitalizadas passaram a fazer parte do dialeto das crianças da época.

Sunset Riders é um run and gun em plataforma de rolagem horizontal, levando originalmente até quatro jogadores ao Oeste Selvagem da América. No controle de quatro caçadores de recompensas (Steve, Billy, Bob e Cormano) que partiram para reivindicar as recompensas por matar os fora-da-lei mais procurados do Ocidente, antes de um confronto final contra o infame Sir Richard Rose.

A ação ocorre tanto a pé quanto a cavalo, com o jogo às vezes dividido com uma perseguição selvagem do Oeste; como ter que correr ao longo das costas de um rebanho de búfalos fugindo. Cada nível termina com jogadores entrando em uma batalha um-a-um, ou até quatro homens fortemente armados enfrentando um único cara portando chicote e escudo.

Sunset Riders apresenta oito palcos de jogo, em uma experiência tão incrivelmente marcante e fluída que você nem nota que o jogo é curto.

A verdade? Estamos diante de um dos melhores jogos já lançados...

O quê? Você discorda?

'Die gringo!'

Veja mais: