Street Fighter Vs KOF: Luta Perdida

The King Of Fighters, vulgo KOF, tem muitos fãs no Brasil e América Latina em geral (e muita qualidade de jogo), mas nunca conseguiu a notoriedade mundial de Street Fighter, algo raramente admitido pelos tais KOFeiros.

PIOR CANAL DO MUNDOOPINIÃOFIGHTING GAMES

Marcio Baião

Street Fighter e The King of Fighters protagonizaram uma disputa de mercado entre Capcom e SNK. Mas vamos falar sobre a relevância de ambos...

Em mais um dos péssimos conteúdos de opinião que você encontra por aqui... Afinal... Street Fighter ou KOF?

Ambos Street Fighter e The King of Fighters são gigantes no mundo dos jogos de luta, e sua rivalidade é parte intrínseca da história dos videogames. Street Fighter, com seu lançamento revolucionário em 1991, trouxe mecânicas de combate profundas e personagens icônicos que capturaram a imaginação dos jogadores em todo o mundo.

A série estabeleceu o padrão para os jogos de luta e definiu o gênero por décadas. Por outro lado, The King of Fighters, surgindo pela SNK em 1994, trouxe uma abordagem inovadora ao gênero. Ao reunir personagens de outras franquias da SNK, como Fatal Fury e Art of Fighting, em um torneio de luta, KOF ofereceu uma experiência única e diversificada.

Além disso, o jogo introduziu o conceito de equipes de três lutadores, permitindo estratégias mais complexas e profundidade tática.

Enquanto Street Fighter é amplamente aclamado por sua influência cultural e legado duradouro, The King of Fighters tem sua própria base de fãs apaixonada, que valoriza sua jogabilidade única e a rica narrativa que se desenvolve ao longo dos vários títulos da série.

Puxa uma cadeira, enche um copo... Vamos bater um papo sobre o assunto.

Veja mais: