Breakers e Breakers Revenge

Breakers e Breakers Revenge - Jogos de luta do Neo Geo, que passaram despercebidos por muitos, mas fizeram a porradaria comer solta nos arcades. E posteriormente integrariam o relançamento Breakers Collection.

PIOR CANAL DO MUNDOREVIEWNEO GEOFIGHTING GAMES

Marcio Baião

Breakers (ブレイカーズ, Bureikāzu) é um jogo de luta desenvolvido pela Visco Corporation e lançado para o Neo Geo. Foi seguido por Breakers Revenge (ブレイカーズリベンジ, Bureikāzu Ribenji) em 1998.

A jogabilidade do Breakers é semelhante à dos primeiros jogos da série Fatal Fury da SNK (especialmente Fatal Fury 2, Special e 3). Os movimentos também são semelhantes a outros jogos de luta da mesma época. Além disso, o sistema de jogo enfatiza o equilíbrio entre os personagens, apresentando um recurso elaborado de ajuste de danos.

As partidas seguem o formato padrão um-contra-um melhor de três, como na maioria dos jogos de luta. No entanto, uma partida pode durar até cinco rounds se não houver um vencedor claro nos rounds anteriores. Nas versões para console, se o CPU usar o mesmo personagem que o jogador, o nome do personagem controlado pelo CPU será diferente.

As versões caseiras do jogo foram lançadas para o Neo Geo AES e o Neo Geo CD. Ambas as versões apresentam um menu de opções com um teste de som que permite ao jogador ouvir a música, efeitos sonoros e vozes do jogo. A versão em CD adiciona um Modo Versus de 2 jogadores e um Modo Sobrevivência. A música também é ligeiramente arranjada. O chefe final Bai-Hu também é um personagem jogável na versão em CD.

Uma versão atualizada do jogo intitulada Breakers Revenge (ブレイカーズリベンジ, Bureikāzu Ribenji) introduz um novo personagem chamado Saizo e faz ajustes nos personagens existentes, reequilibrando o jogo, e algumas imagens de fundo de estágios foram removidas. No entanto, a introdução inicial é quase idêntica à do primeiro jogo, e os gráficos do jogo não são muito diferentes.

O enredo do Breakers gira em torno do Torneio FIST, que atraiu muitos artistas marciais em busca de fama, mas também resultou em muitas mortes. O último desafiante que resta no torneio desafia o organizador do torneio, pela chance de ganhar o enorme prêmio em dinheiro. No entanto, nenhum dos artistas marciais escolhidos para desafiar o campeão em uma partida final privada jamais voltou vivo.

O patrocinador é na verdade um espírito maligno que possuiu o corpo de um homem moderno de Hong Kong e estabeleceu um sistema de seleção para amplificar seus poderes sombrios. O torneio FIST reuniu inúmeros participantes de todo o mundo, e outro sacrifício será escolhido este ano.

E é realmente interessante que Breakers seja visto como um jogo sem enredo, sendo que realmente apresenta algo interessante pra um jogo de luta.

A maioria dos personagens remetem a Street Fighter II. O Breakers original apresenta um elenco de oito personagens jogáveis e um único chefe final que só é jogável nas versões caseiras. Além disso, cada personagem jogável tem um alter ego de paleta de cores com um nome diferente e histórias próprias (em vez do clone usual).

O Breakers foi um dos muitos jogos que tentaram copiar a fórmula de sucesso de Street Fighter II. Originalmente anunciado em 1993 sob o título de Crystal Legacy em inglês, ou Tenrin no Syo Chicago (天麟の書 死嘩護) em japonês. O jogo passou por testes em junho de 1994 e foi finalmente lançado para o Neo Geo em dezembro de 1996.

Independente de seu lançamento conturbado, seus problemas de originalidade, e qualquer relançamento atual ou futuro..., Quem joga Breakers ou Breakers Revenge não tem o que reclamar da excelente e refinada jogabilidade.

Veja mais: